SENSAÇÃO DE DEVER CUMPRIDO – COM A CANETA: O PRESIDENTE LULA!

Durante entrevista, que concedí, na madrugada desta quinta-feira, em Porto Velho, ao lado de sindicalistas rondonienses, fiz questão de dizer que, estou com o sentimento de dever cumprido, ao falar sobre a aprovação da regulamentação da Transposição dos servidores estaduais. Todo esforço feito até agora valeu à pena pelo bem que a Transposição vai fazer aos servidores em Rondônia e a todo Estado. Até no intuito de se evitar falatórios, quero dizer que, este foi seu último trabalho no Congresso Nacional em 2010 e que a partir de agora pretendo me dedicar exclusivamente ao pleito eleitoral. Até porque daqui a pouco irão dizer que estou tentando negociar com o Lula, a sanção da regulamentação. Aí não dá, né! Não poderia nunca me negar a auxiliar os sindicatos em negociações com as bancadas de oposição e foi com esse intuito que me desloque à Brasília, só isso!

Na ocasião da votação e aprovação da transposição dos servidores, tive a grata satisfação de receber elogios de vários colegas senadores que discursaram na quinta-feira, como o vice-líder da Câmara Federal, Duarte Nogueira, o qual enalteceu o meu trabalho, citando o nosso desempenho para que a transposição dos servidores de Rondônia fosse possível.

Neste momento, com a aprovação da transposição, meu sentimento é de que fiz exatamente o que deveria, sobre toda a mobilização da qual participei desde antes para que isso fosse possível. Os sindicalistas de Rondônia, tiveram contribuição indispensável para a efetivação da transposição, bem como toda a bancada federal. E  foi essa união que permitiu que o parecer contrário do relator da Emenda 28, Marcelo Ortiz, do PV, fosse derrubado. Há que se destacar a união de todas as bancadas e de todos os partidos em torno do objetivo comum, pois ainda que quem perderia, caso a transposição não fosse aprovada, seria o próprio governo federal. Isso por que os estados de Amapá e Roraima já tem seus servidores de quando eram ex-territórios incorporados aos quadros da União, o que caracterizaria discriminação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: